segunda-feira, novembro 20, 2006

Amaranto


















Murmúrios floridos de aura macia
abrem-se à volúpia de ser do instante
As mãos desfiam as heras do tempo
e os olhos velam o precipício das águas

Maviosas vertigens de cristal vermelho
escuto-lhes o silêncio, inteiro
ou não fosse o respirar a invasão do céu
e o suspiro o terramoto das verdades mais íntimas

Toco o movimento subtil das palavras e dos sentidos
e os contornos silábicos dos esboços

Nocturno ardor em bocas de aurora
Como seiva escorrendo pelas pétalas das açucenas

Bebo os silfos das folhas quentes de perfumes

Brilha súbita centelha
Desponta o sol numa asa vermelha




26 Comments:

Blogger amadis / pintoribeiro said...

Bom dia, na cor que quiseres.

20 novembro, 2006 10:52  
Anonymous Secreta said...

Versos lindissimos . Envolventes.
Beijito.

20 novembro, 2006 16:28  
Blogger Pierrot said...

E eu bebo as tua palavras, os teus versos e fico como que embriagado, ébrio de tanta delicadeza.
Bjos daqui cara amiga
Eugénio

20 novembro, 2006 18:28  
Blogger Corvo Negro said...

Em total concordância com o comentário antecedente.
O nocturno ardor em bocas de aurora... provoca (provoca-me) um ímpeto apenas por mim entendido.
Perfumes e sabores... como baunilha e algodões, por exemplo... perfilando-se com muita pouca exactidão perante o real sabor... aquele que se cobiça.

20 novembro, 2006 18:37  
Blogger Unicus said...

Entro e sinto que permaneço num mundo quase diáfano, etéreo. é tão fácil correr, percorrer e perder nos contornos que traças..
Beijo

20 novembro, 2006 20:33  
Blogger vida de vidro said...

Palavras que nos encantam e nos envolvem. Verdadeiro talento poético! **

20 novembro, 2006 22:54  
Anonymous Anónimo said...

Levo comigo a sedução do veneno das tuas palavras, mas com um sorriso no olhar deixo-te um beijo.


José

21 novembro, 2006 08:23  
Blogger Angela said...

É mágica a forma como bordas com palavras! ;-)
E ler-te é no fundo despertar todos os sentidos.

Beijo grande.

21 novembro, 2006 11:11  
Blogger .*.Magia.*. said...

Intimista...e intenso poema...

Cheers

21 novembro, 2006 14:38  
Blogger Betty Branco Martins said...

No contorno das tuas palavras..........nasce o poema

Belíssimo

Beijinhos com carinho
Bom resto de semana

21 novembro, 2006 22:18  
Blogger Nilson Barcelli said...

Como é lindo o teu poema.
Com imagens que nos transportam para uma sinfonia de cores e sentidos.
Gostei imenso.
Um beijo.

22 novembro, 2006 10:56  
Blogger pintoribeiro said...

Bom dia, abraço,

22 novembro, 2006 11:20  
Blogger daniel sant'iago said...

A respiração ser uma invasão e o suspiro um terramoto... como amar(t)anto...

22 novembro, 2006 16:46  
Blogger Marco António said...

Que me leva ao sonho
de um mistério desse
instante de encanto
feito de silêncios
cortantes em valsas
de Strauss com a vertingem
do tempo e do seu precipício
das águas que rompem a pele
macia da seiva que escorre
pelos cristais de um tocar
ardente.

Um abraço,
Marco António

22 novembro, 2006 23:18  
Blogger amadis / pintoribeiro said...

Bom fim de semana.

23 novembro, 2006 13:05  
Blogger Pierrot said...

Um beijo cara amiga.
Simplesmente um beijo te deixo :-)

Em troca levo um pouco do teu perfume, que eu cá não sou parvo ;-)

Eugénio

23 novembro, 2006 17:22  
Blogger Bandida said...

...elevas-me...



lindissimo!





abraço!
_______________________

24 novembro, 2006 01:13  
Blogger Carla said...

"...a semente do alvorecer do verbo um livro de brilhantes margens onde correm as ninfas
na bruma dos templos e das acácias coroas de sábias pérolas
onde eternamente o esquecimento se torna pó...
e do pó se libertam as palavras de marfim de sílabas de musgo
e os olhos incendeiam-se perante uns lábios que derramam a maré..."

È assim que sinto as tuas palavras escritas...

24 novembro, 2006 16:02  
Blogger Betty Branco Martins said...

Uma flor

um :))

....._.;_'.-._
...{`--..-.'_,}
.{;..\,__...-'/}
.{..'-`.._;..-';
....`'--.._..-'
........,--\\..,-"-.
.........`-..\(..'-...\
...............\.;---,/
..........,-""-;\
......../....-'.)..\
........\,---'`...\\
.....................\|

Beijinhos com carinho
BomFsemana

24 novembro, 2006 21:13  
Blogger Desassossego said...

Escuto-lhes o silêncio... escutei murmúrios, sentires, emoções e fiquei....

Beijo doce.

25 novembro, 2006 14:14  
Anonymous Anónimo said...

Gostei e senti-me bem :)

http://alterneactivo.blogs.sapo.pt/

25 novembro, 2006 16:27  
Blogger Tiago said...

o pulsar das palavras sem as deixar respirar, a explosão em cada frase sem deixar arder ate ao fim, sem queimar. gostei muito, como todos os teus poemas, é de uma intensidade sublime.

bjs
Tiago

26 novembro, 2006 05:00  
Blogger Unicus said...

Já com saudades de te ler..
Bjs

27 novembro, 2006 12:54  
Anonymous Mike said...

No regresso...ao encontro de belas imagens decoradas por nobres palavras!
Beijos

27 novembro, 2006 15:54  
Blogger Daniel Aladiah said...

São bordados, o que fazes com palavras em verso.
Um beijo
Daniel

27 novembro, 2006 23:46  
Blogger AS said...

Quando as tuas palavras chegam pela noite, dissolvem-se as trevas e eu partir não quero! Porque são as tuas noites que iluminam o dia, o canto das silabas, na melodia do poema...


Um beijo...

29 novembro, 2006 00:36  

Enviar um comentário

<< Home